INFORME SINFRERJ


Estudo da CNT indica lentidão na recuperação do transporte em 2019

A CNT (Confederação Nacional do Transporte) divulgou, no dia 2 de julho, o estudo “Conjuntura do Transporte – Desempenho do Setor”, que traça um panorama de todos os modais, nos primeiros meses de 2019, e de como a economia tem afetado o desempenho da atividade transportadora.

O estudo destaca que o segmento de passageiros tem seu desempenho influenciado pelos resultados do mercado de trabalho, já que atua na locomoção de pessoas no trajeto de casa ao trabalho e para fins de lazer, entre outros. “De acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Mensal (PNADCM), do IBGE, foram 91,86 milhões de pessoas ocupadas no País no trimestre de janeiro a março de 2019, enquanto a taxa de desemprego foi de 12,7% no mesmo período. Esses dados mostram que ainda há espaço considerável para melhorar a situação do mercado de trabalho e, assim, aumentar a demanda por transporte urbano de passageiros por ônibus no mercado brasileiro”, informa o material divulgado.

O documento ressalta ainda que no Brasil, o papel do modal rodoviário é particularmente expressivo, em razão de sua ampla participação no sistema logístico nacional. “De acordo com a Pesquisa Anual de Serviços (PAS), do IBGE, o transporte rodoviário respondeu, na média de 2007 a 2016, por 48,9% do valor adicionado pelo setor de transporte, serviços auxiliares aos transportes e correio à produção total da economia brasileira, sendo 19,6% relativos ao transporte rodoviário de passageiros e 29,3% ao rodoviário de cargas”, diz o estudo.

Segundo o levantamento, em 2018, a economia brasileira apresentou sinais de leve recuperação, mas, em 2019, demonstra desaceleração, antes de as perdas acumuladas desde o início de 2014 serem repostas. No primeiro trimestre deste ano, o crescimento do Produto Interno Bruto do Brasil (PIB) do Brasil foi de 0,5%, e o do transporte, 0,2%. Nos primeiros três meses de 2014, os percentuais eram 3,5% e 5%, respectivamente. “O transporte reflete a economia brasileira. O crescimento econômico está muito aquém do que o Brasil precisa. E o nosso setor fica na mesma situação. Afinal, transportamos aquilo que é produzido”, disse o presidente da CNT, Vander Costa.

Você pode fazer download dos principais dados aqui (http://bit.ly/conjuntura-transporte-desempenho-setor-resumo) ou, se preferir, acessar a íntegra do estudo aqui (http://bit.ly/conjuntura-transporte-desempenho) .

Fonte: Site Federação

RECEBA A NOSSA NEWSLETTER

PARCEIROS INSTITUCIONAIS

Rua da Assembleia, 10, Sala 2112, 21º andar,
CEP 20011-901 - Centro | Rio de Janeiro
Telefax: (21) 2210-7398 -

Desenvolvido por Arte Digital Internet | Layout